quinta-feira, 19 de novembro de 2009

Nosso Deus é carente ou narcisista??

To sem tempo de postar, por isso coloco aqui os posts que mais me interesso, de blogs de pessoas que testificam com o que tenho crido!!! Se edifique!! Ao ler tudo que escrevo aqui ou escrito por irmaos de outros blogs,procure comparar com a Biblia, examine tudo pelo crivo das Escrituras, amem?!


Um dos nomes pelos quais Deus Se apresenta nas Escrituras é El Shadday, que significa "O Auto-suficiente", isto é, "Aquele que de nada carece", ou ainda "Pleno em Si mesmo". Ora, se Ele não tem qualquer carência, por que exige que O amemos? E ainda, por que ordena que O adoremos? Seria isso um tipo de narcisismo divino? Absolutamente, não!




Creio que nosso amor e nossa adoração não Lhe acrescentem nada. Ele é perfeito. Também não estamos servindo a um Deus que busque auto-afirmação, ou que Se contente em ser bajulado. Ele sabe exatamente quem Ele é. Então, por que Ele não ordenou apenas que amássemos aos nossos semelhantes? E por que o amor a Ele deve vir em primeiro lugar? Isso não demonstraria algum tipo de narcisismo divino? Algum capricho injustificável? Não! Não posso aceitar tal hipótese. Deve haver alguma razão plausível para isso.



Quando me apaixonei por minha esposa (já vai fazer 24 anos!), comecei a apreciar o que ela apreciava. Aos poucos, até meu gosto musical mudou. Quando amamos alguém de todo o nosso coração, passamos amar o que ele ama.



As Escrituras dizem que Deus ama a justiça e aborrece a iniqüidade (Is.61:8). E somente amando-O de todo o nosso coração, amaremos o que Ele ama, e detestaremos o que Ele detesta (Sl.97:10). Nosso coração passa a bater no compasso do coração de Deus. Não seria por isso mesmo que Davi era chamado de "Homem segundo o coração de Deus"?



E quanto à adoração? Por que devemos adorá-lO?



As mesmas Escrituras dizem que o adorador se torna semelhante ao seu ídolo (Sl.115:8). Basta verificar a tendência que nossos jovens têm de copiar seus ídolos pop.



Toda adoração começa pela contemplação e admiração. Quanto mais contemplamos a beleza de Seu caráter santo e justo, mais O admiramos. E quanto mais O admiramos, mais O adoramos, e buscamos, ainda que inconscientemente, nos assemelhar a Ele.



E quanto ao louvor? Há um distinção entre louvor e adoração. Nós O adoramos pelo que Ele é, e O louvamos pelo que Ele faz. Ora, Deus não carece de elogios. O próprio Jesus afirmou que não buscava glória dos homens. Então, por que devemos louvá-lO? Para que jamais nos esqueçamos de Suas obras, e assim, permaneçamos fiéis a Ele. O que Ele fez no passado não pode cair no esquecimento, mas deve ser constantemente relembrado através de louvores e ações de graça. Ao recordarmos Sua obra, despertamos em nós a esperança de um futuro promissor. Afinal, Ele é o mesmo ontem, hoje e eternamente. Há uma continuidade em Suas obras, pois visam a execução de um propósito muito mais abrangente, que culminará na restauração de todas as coisas.



Portanto, Ele não carece de ser amado. Porém, nós que precisamos amá-lO, a fim de aprendermos a amar a justiça, e tudo quanto Ele ama: nosso semelhante, nossos inimigos, e a criação como um todo. Ele não necessita ser adorado. Porém nós necessitamos adorá-lO, a fim de nos tornarmos semelhantes a Ele. Ele não necessita ser louvado, mas nós precisamos louvá-lO, a fim de não perdermos de vista Seus maravilhosos feitos, e Suas extraordinárias promessas.



Por isso, amemos, adoremos e louvemos ao nosso Deus, de todo o nosso coração, de todo nosso entendimento, e com todas as nossas forças.
 
Postagem tirada do site Hermes Fernandes

2 comentários:

james disse...

.

Misericórdia, e paz vos sejam multiplicadas.


Estamos fazendo uma visita, aproveitando para acompanhar seu exímio espaço, e lhe convidar para que nos faça uma visita, e nos dar a alegria de ser também uma de nossas seguidoras...

Nosso humilde blog Jesus, o maior Amor , se prima pelo fato de não propagar teologias, doutrinas de homens, tendências, congregações, bandeiras religiosas, mas na pregação do evangelho de paz de nosso Senhor Jesus Cristo, e na união de todos aqueles que desejam adorar ao Senhor em espírito e em verdade.

Sejam consolados nossos corações, e estejam unidos em amor, e enriquecidos da plenitude da inteligência, para entendimento do mistério de Deus e Pai, e de Cristo, revestimo-nos de amor, que é o vínculo da perfeição.

Deus nos abençoe nesta rica caminhada, e que os desígnios do Senhor nos mostrem como sermos verdadeiros adoradores, independente de quatro paredes, mas nas tábuas de nossos corações, edificando-nos uns aos outros...


Fraternalmente.

James.
Jesus, o maior Amor
Comunidade "Adoradores em Casas"
Comunidade "Blogueiros Cristãos"

...
..
.

Tomai e Comei: Aqui nasce um novo reino. disse...

Gostei de ouvir: adorar a Deus significa também adorar as suas qualidades. Só pode encontrá-lo quem também procura pela justiça. Como explicar que, quando chove muito, os primeiros a serem atingidos são os pobres? Seria este um indício de que os bilhões de seguidores de Cristo não o estão adorando de fato? Estamos dando uma de Judas, em palavras o beijamos, abraçamos, adoramos, mas na prática estamos garantindo o nosso dinheiro, as nossas propriedades?

Eu sou aquele que primeiro traiu.